Skip to content

Que a impressora é um item indispensável no nosso uso cotidiano, todos nós sabemos. Mesmo que não tenhamos essa máquina em casa, utilizamos em papelarias, lan houses, entre outras conveniências que trabalham com serviços afins. Contudo, você sabe como foi a evolução da impressora?

Neste artigo apresentaremos a história desse aparelho e como ele é importante nos dias de hoje. Mesmo que a evolução da impressora pareça simples, houve nesse meio um grande avanço, que faz toda diferença para as nossas atividades atualmente, pois, mesmo que grande parte dos processos na atualidade seja feita de maneira digital, o papel ainda é essencial em diversas situações importantes.

Por isso, continue aqui e conheça a história da evolução da impressora! Boa leitura.

Como surgiu a impressora?

Sem dúvida, você vai se surpreender com essa história! A evolução da impressora no mundo acompanhou as necessidades da sociedade. Sua criação se deu pelas mãos de Chester Floyd, nos Estados Unidos, um cientista entusiasta da área de tecnologia.

A motivação desse desenvolvimento é de tirar o fôlego: em meio à Segunda Guerra Mundial, o país norte-americano tinha uma extrema necessidade de armazenar dados importantes sobre esse fato histórico. Para tanto, Floyd criou a impressora, em forma de fotocópia, dando origem à primeira máquina de reprodução de conteúdo.

Nem precisamos dizer que foi um marco, não é mesmo? Com o passar dos anos, as impressoras tomaram novas formas, sendo criada em 1953 a primeira máquina com impressão de alta velocidade e em 1983 máquinas com tecnologias parecidas com a que temos hoje em dia.

Qual a importância da evolução da impressora?

Com uma história como essa, também não poderíamos deixar de falar sobre a importância da evolução da impressora. Mesmo que essa máquina pareça simples, ela foi um grande diferencial em nossa vida!

Na época, era improvável imaginar a reprodução física de dados, que fugissem, por exemplo, da datilografia. Com essa revolução, houve o “empurrão” para outros aparelhos, iniciando-se, assim, uma série de criações, principalmente durante a Segunda Guerra Mundial.

máquina impressora do século 19 | Aconteceu no Vale

Século XXI, um século automatizado

Quando achamos que essa tecnologia não pode avançar, ela demonstra novos passos e nos surpreende ainda mais. Chester Floyd foi o precursor dessa máquina, mas hoje em dia, Chuck Hull, é o principal citado quando falamos da evolução da impressora.

Lembre-se desse nome: Chuck foi o responsável pelo desenvolvimento da impressora 3D. Além de ser um aparelho extremamente tecnológico, que foge dos parâmetros de inúmeros outros produtos que temos no mercado, esse cientista trouxe, novamente, outro marco para as impressoras.

A evolução da impressora, por mais que pareça simples, foi um grande episódio entre os séculos XX e XXI. Mesmo que em nossas mentes não seja mais possível trazer novos avanços a essas máquinas, cientistas e entusiastas da área estão sempre pensando sobre o assunto e desenvolvendo tecnologias mais avançadas.

Por isso, sempre ao falar sobre a história de algum produto, pare e analise tudo que aconteceu nesse percurso de criação e se encante com a fase que cada item teve em seu desenvolvimento.

Deixe seu Comentário





Scroll To Top